Tricolor recebe Cúcuta

27/02/07

O Grêmio faz nessa terça o seu segundo jogo pela Libertadores: recebe o colombiano Cúcuta Deportivo às 21h15min. Se vencer, o tricolor se isola na liderança do grupo 3.
Leia o resto deste post »


São José CS 1 x 1 Grêmio

26/02/07

Sob o forte calor de domingo, os reservas do tricolor não conseguiram manter os 100% de aproveitamento no gauchão.
Leia o resto deste post »


Grêmio contrata Gavilán

24/02/07

O Grêmio anunciou nesta sexta a décima contratação da temporada, o paraguaio Diego Gavilán. Ex-Internacional, o volante não joga uma partida oficial desde novembro. Ele vem se recuperando de uma lesão no joelho mas garante que tudo o que precisa é recuperar o ritmo de jogo.
Gavilán, terceiro gringo do plantel tricolor, estava no Newell’s Old Boys da Argentina.10gavilan.jpg

*segundo o Correio do Povo, Kelly deve demorar mais uma semana e meia para chegar…


Grêmio 6 x 2 Brasil PE

24/02/07

Era jogo pra saldo. E foi exatamente isso que o Grêmio fez. O placar pode é jusficado com a saída de Edmílson e entrada de Ramon: O time ficou mais ofensivo mas perdeu na defesa. E a noite ainda ficou marcado pelas boas atuações de Douglas e Lúcio (sem falar em Tcheco, Diego Souza, Lucas, Carlos Eduardo, Schiavi, Ramon, …).
Muita chuva no Olímpico para a sétima rodada do gauchão. O tricolor não se importou e começou arrasador: logo aos 4 minutos Tcheco cobrou escanteio, a bola passou por todos e ficou com William que escorou para Schiavi marcar. Dois minutos depois, o Brasil saiu jogando errado e, numa jogada rápida do Grêmio, a bola chegou para Douglas chutar forte da entrada da área. 2 a 0. Aos 10, o mesmo Douglas foi puxado dentro da área, pênalti para o Grêmio. Tcheco converteu com categoria. Aos 16, Lúcio obrigou o goleiro do Brasil a fazer boa defesa depois de um contra-ataque. Um minuto depois Schiavi recebeu livre do lado direito e tocou para William, também livre fazer o seu. Mas se os zagueiros estavam bem no ataque, não conseguiram evitar que Saja quebrasse o recorde de Danrlei (6 jogos sem levar gol). No cruzamento, Régis cabeceou forte e fez o primeiro do Brasil. O goleiro gremista chegou a tocar na bola antes dela entrar.
As condições do campo não eram boas e o ritmo diminuiu no segundo tempo. O juiz colorado Carlos Simon não marcou dois pênaltis claros para o Grêmio, um em Douglas e outro em Ramon. Aos 20 minutos, Carlos Eduardo recebeu na área e deixou a bola na medida para Ramon fazer 5 a 1. 10 minutos mais tarde foi Tcheco quem serviu: ele lançou Carlos Eduardo que chutou forte e marcou um belo gol. Batata foi expulso depois de uma entrada violenta em Lucas. O volante saiu carregado de campo e deu lugar à Sandro Goiano. Apesar da violência da jogada, Lucas está confirmado para a partida de terça pela Libertadores. O Grêmio não parou de pressionar mas, no último lance da partida, sofreu um gol depois de um contra-ataque muito veloz. Milar chutou forte para encerrar o placar.
O Grêmio segue líder com folga e vai com uma equipe reserva (ou mista) para o jogo contra o São José (CS). Os titulares se preparam para pegar o Cúcuta Deportivo pela Libertadores dia 27.

7ª rodada
GRÊMIO:
Saja, Patrício, William (Teco), Schiavi e Lucio; Lucas (Sandro), Diego Souza, Tcheco e Ramon; Carlos Eduardo e Douglas (Everton). Técnico: Mano Menezes
BRASIL PE: Rodrigo Silva; Alex Silveira (Batata), Scharles, Matheus e Fabrício; Régis, Marcos Basílio, Ramón (Alex Martins) e Maycon; Guilherme Só (Matão) e Cláudio Milar. Técnico: Suca
Arbitragem: Carlos Simon, auxiliado por Paulo Ricardo Conceição e Carlos dos Santos Bittencourt
Estádio Olímpico Monumental
22 de fevereiro de 2007 – 20h30min

MELHORES MOMENTOS (Gol do Grêmio)


Multa, Tuta, Douglas Léo e Brasil

21/02/07

Foi noticiado que o Grêmio teria que pagar uma multa de 10 mil dólares pela depredação causada pelos torcedores no Estádio de La Olla Azulgrana pela primeira rodada da Libertadores. Besteira. A Conmebol afirma que o Grêmio não deve nada. Já o Cerro Porteño paga $20 mil e perde mando de dois jogos.

Como todos já sabem, o atacante Tuta se lesionou no jogo contra o Cerro e ficará afastado por um mês. O departamento médico garante que a recuperação está sendo rápida e há a possibilidade do retorno antes desse prazo. É a oportunidade para Douglas mostrar do que é capaz: o centroavante deve assumir a titularidade no Grêmio. Outros possiveís substitutos são os garotos Éverton e Aloísio.

Léo Lima. Se recuperando de uma lesão há muito tempo, o jogador já protagonizou confusões com a comissão técnica, outros jogadores e a torcida. Por conseqüência foi afastado. É triste ver o que está acontecendo com ele. Deve ser negociado, cabendo ao Grêmio um percentual da venda.

Na quinta o Grêmio recebe o Brasil de Pelotas no Olímpico pelo gauchão e joga com quase todos os titulares. As excessões são Edmílson (machucado), Bruno Teles (ele é titular?) e, logicamente, Tuta. Entram Ramon, Lúcio e Douglas. É jogo pra saldo: o Brasil é lanterna do grupo.


Kelly? Agora vai…

21/02/07

Kelly no CruzeiroAntes do início do gauchão, Kelly esteve muito próximo do Olímpico. A direção esperava por um fax (que nunca chegou) do Al Ain (Emirados Árabes) com a liberação do meia. A negociação parecia ter esfriado, mas agora o jogador está praticamente acertado com o tricolor.
Segundo afirmou Paulo Pelaipe nesta quarta, Kelly já fez até um jantar de despedidas com seus companheiros. O diretor de futebol declarou: “Esperamos acertar com o Kelly desde que, claro, o São Paulo não manifeste um súbito interesse no jogador” e completou “o Muricy, que é o rei da moral, o treinador que fala em ética, entrou no gramado para convidar o Hugo para jogar no São Paulo. Com essa gente não negociamos”.
O jogador vem em boa hora, para preencher a vaga que provavelmente será deixada por Léo Lima.

Mas eu só acreditoooo…


Cerro Porteño 0 x 1 Grêmio

17/02/07

Pedras, garrafas, cadeiras, pontapés, pênalti. Nada pôde com o tricolor.
A recepção paraguaia à delegação gremista não foi nada boa. Já no deslocamento entre o hotel e o estádio o ônibus foi apedrejado por torcedores do Cerro. Antes do início da partida, uma surpresa: Teco entra no lugar de Bruno Teles.
O jogo começou com o Grêmio pressionando com Carlos Eduardo, Lucas e Tcheco. O Cerro Porteño não dava espaços e chegava no contra-ataque. Aos 10 minutos, Saja fez sua primeira boa defesa no jogo, depois do chute de Britez. Dez minutos depois, Tuta recebeu um encontrão de dois jogadores paraguaios e teve que ser substituído. Douglas entrou. A partida parou por alguns minutos porque os torcedores não paravam de atirar objetos no campo. A situação do Grêmio não era nada boa: tinha que agüentar a já tradicional pressão da torcida paraguaia logo depois de perder boa parte do seu poder ofensivo. No fim, o Grêmio é que passou a jogar nos contra-ataques. Apesar da velocidade das jogadas, a primeira etapa acabou sem grandes chances para as duas equipes.feb16lucas-cerro_180×218.jpg
Na volta do intervalo o Cerro continuava pressionando, mas sem muita objetividade. Aos 7 minutos, num contra-ataque, Patrício cruzou, a defesa afastou e Lucas disparou um chutaço sem chances para Navarro. 1 a 0. Pouco depois o mesmo Lucas cruzou para Tcheco que chutou por cima, perdendo um gol feito. O Grêmio tomou conta e, aos 15, Diego Souza desperdiçou outra boa chance. Com o fim do jogo se aproximando o Cerro partiu para o ataque e, quando conseguiu passar pela zaga, parou no goleiro Saja. Aos 40, o jogo foi novamente interrompido por causa da torcida. Lucas levou uma garrafada na coxa.
O árbitro, considerado um dos melhores da Argentina, não resistiu à pressão e acabou marcando um pênalti muito duvidoso: a bola bateu na mão de Teco aos 43 minutos. El Tigre Ramirez (ex-Flamengo) bateu no canto direito e Saja salvou com uma mão só, para fechar sua brilhante apresentação. O argentino bateu um recorde pessoal: está há 5 jogos sem levar gol.
O ritmo diminuiu e o árbitro terminou o jogo depois de muita confusão, mas colocou na súmula que ainda restavam 4 minutos. A Conmebol já anunciou que vai homologar a vitória gremista. O regulamento da Libertadores diz que quando a partida for suspensa por agressões o jogo termine em 3 a 0 para o time que estava vencendo.
Como Juca Kfouri escreveu, foi um jogo ao estilo da velha Libertadores.

O tricolor é líder do grupo, tem 3 pontos e saldo 1. A próxima batalha é no Olímpico contra o Cúcuta Deportivo, dia 27.

MELHORES MOMENTOS:

COPA TOYOTA LIBERTADORES 2007
CERRO PORTEÑO: Navarro; Alvarez, Rodrigo Costa, Fidel Pérez e Nuñez (Cristaldo); Britez (Gimenez), Gonzalez, Salcedo e Morínigo (Éder Godoi), César Ramirez e Da Silva. Técnico: Gustavo Costas
GRÊMIO: Saja, Patrício, Schiavi, William e Teco; Edmilson, Lucas (Sandro), Diego Souza, Tcheco e Carlos Eduardo (Ramon); Tuta (Douglas). Técnico: Mano Menezes
Arbitragem: Héctor Baldassi (ARG), auxiliado por Pablo Lunatti e Walter Velaz (todos da argentina).
Estádio Coronel Pablo Rojas (Olla Azulgrana) – Assunção-PAR
15 de fevereiro de 2007 – 22h45min